Campomaiorenses estão na lista oficial de fraudadores de concursos públicos


Dos 37 mandados, 28 pessoas já foram presas suspeitas de fraude em concursos (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

 O Ministério Público do Estado do Piauí denunciou à Justiça 27 pessoas acusadas de envolvimento em fraude no concurso da Polícia Civil. Entre os denunciados estão policiais, médico, advogado, que teriam se associado para fraudar o certame, realizado no ano de 2012.
Os denunciados pelos Ministério Público são: Cristian Alcântara Santiago (servidor público), Sávio de Castro Leite, André Luís de Carvalho, Antônio Lopes da Silva Júnior (policial civil), José Clodomar de Sabóia Júnior, Marcelo Freire, Maria dos Remédios Alcantara Santiago de Jesus (agente de polícia), Regis Carlos de Oliveira Sousa (médico), José Vilomar Nunes Pereira, Joselito Batista Alves, Edilberto de Carvalho Gomes (advogado e empresário), Emerson José da Silva, Cristiano Maria Alcantara Santiago, Willams da Silva Alves, Cícero Henrique de Sousa Araújo (agente de polícia), Ricardo Araújo Mesquita, Paulo Alberto Machado Cerqueira, Thiago da Silva Macedo, Priscila de Almeida Lima Sabóia, Aline Miranda de Carvalho (agente de polícia), Anderson Vasconcelos da Nobrega, Cyro Nascimento Fonseca, Tardeanny Ernerto da Silva, Jean Ribeiro da Costa (policial civil), Paulo Roberto  Scarcela Muniz, Marcos Fernando do Carmo Nunes, e Maurício da Silva Lima.
No bojo da denuncia ministerial consta que no dia 21 de dezembro de 2015, durante a realização das provas para o concurso do Tribunal de Justiça do Piauí, Bárbara Brenaelle Teles de Oliveira, Francisco Ivanderson Alves da Silva, Wallace Araújo Reis e Evelyn Mariane Oliveira Ferreira foram flagrados na tentativa de fraudar o referido certame. Lavrado o respectivo procedimento de prisão em flagrante delito, foi instaurada, no âmbito do Grupo de Repressão ao Crime Organizado - Greco, uma investigação que culminou com a deflagração da Operação Veritas, no dia 10 de marco de 2016, ocasião em que foram presos integrantes de uma organização criminosa especializada em fraudes a concursos públicos, além de candidatos que teriam se beneficiado do referido esquema.
Por intermédio da Operação Veritas, foram cumpridos vários mandados de buscas e apreensões em desfavor de pessoas suspeitas de comporem a organização criminosa especializada em fraudar concursos públicos, apreendendo telefones e evidencias que estenderam as investigações para o concurso da Polícia Civil.
Na denúncia o Ministério Público, representado pelo promotor Jorge Luiz da Costa Pessoa, pediu a condenação de todos os denunciados e que eles tenham os nomes no rol de processados criminalmente.
Campomaiorenses estão na lista oficial de fraudadores de concursos públicos Campomaiorenses estão na lista oficial de fraudadores de concursos públicos Reviewed by Arnaldo Ribeiro on 06:48:00 Rating: 5