"Matei ele, por que xingou minha mãe". Crime banal em Campo Maior


Francisco das Chamas confessou o crime
 
                 Zé Lucas morreu a facadas

O  final de semana em Campo Maior foi marcado pela morte do jovem José Lucas Paulino, 23 anos, o Zé Lucas,que foi assassinado a facadas na madrugada de sábado após sair de uma seresta  no conjunto Renascer  em Campo Maior. A morte de Zé Lucas causou revolta e comoção de parentes e amigos que se manifestaram pelas redes sociais.

O Corpo  de Zé Lucas foi velado na residencia da família na Rua 15 de Novembro, Bairro São Luís.

Logo depois de encontrar o corpo de Zé Lucas, a polícia recebeu informações sobre o autor do crime e prendeu  Francisco das Chagas Ferreira da Silva, no Bairro Cidade Nova. Francisco das Chagas confessou que estava na seresta junto com Zé Lucas e que o matou por que ele proferiu palavras indecorosas contra sua mãe.

 O depoimento de Francisco das Chagas foi colhido pelo delegado Anchieta Nery.Ele revelou que o crime aconteceu por uma discussão banal, já que a vítima e o acusado estavam juntos consumindo álcool e drogas juntos. 
 Francisco das Chagas confessou o crime mas disse que contou com a ajuda de um amigo chamado  Francisco Charles para aplicar as facadas na vítima.
"Matei ele, por que xingou minha mãe". Crime banal em Campo Maior "Matei ele, por que xingou minha mãe". Crime banal em Campo Maior Reviewed by Arnaldo Ribeiro on 12:18:00 Rating: 5