Motorista dormiu no volante e desceu o aterro com o caminhão do Exército


Caminhão foi parar em mata próximo à estrada
O delegado Renato Pinheiro, que acompanhou a perícia no local do acidente com a tropa do Exército, revelou que  o motorista deve ter cochilado ao volante ou sofrido um mal súbito.

O delegado conta que a tropa estava 'descansada' e que o acidente ocorreu logo após o almoço. No total, 26 militares do 2º BEC estavam no carro, sendo que um morreu e 25 ficaram feridos.

"A presunção positiva é que eles tinham acabado de almoçar e logo após o almoço é normal aquela sensação de relaxamento e sono. Então, o motorista pode ter dormido ao volante. Mas eles estavam descansados, não tinha ninguém dobrando carga horária, voltavam para Teresina. A parte negativa dessa possibilidade é que havia um outro militar na cabine do caminhão, que era um tenente. Então, se ele visse alguma coisa poderia avisar", cogita o delegado.

Ele esclarece que, até o momento, a única hipótese descartada é a de colisão do caminhão com outro veículo ou um animal. O capotamento ocorreu na PI-113, entre os municípios de Barras/PI e Cabeceiras do Piauí/PI.

Renato Pinheiro frisa que chamou atenção o fato de não ter nenhuma marca de freada recente nos dois sentidos da pista. Ele considera pequena a possibilidade de falha mecânica.
Motorista dormiu no volante e desceu o aterro com o caminhão do Exército Motorista dormiu no volante e desceu o aterro com o caminhão do Exército Reviewed by Arnaldo Ribeiro on 16:55:00 Rating: 5