Quem inventou o nome de Maria Isabel para o arroz com carne seca?






A história do Arroz Maria Isabel ainda é pouco conhecida no Piauí e no Brasil. No livro “O Escravo e o Senhor da Parnaíba”, o escritor Enéas Barros conta como se deu o surgimento dessa iguaria, ícone da culinária piauiense e prato mais famoso no Piaui, especialmente pela carne de sol de Campo Maior.

A busca por informações começou pela época da escravidão. Já que  o parnaibano Simplício Dias da Silva  era um grande proprietário de escravos. Enéas quis saber como os negros vieram para o litoral do Piauí, como faziam a travessia do oceano, de que países eram procedentes, enfim, tudo que estivesse relacionado ao senhor, que passou a ser o protagonista da história.

“Busquei tudo que pudesse estar relacionado à vida de Simplício e acabei descobrindo uma grande curiosidade, que era sobre surgimento do Arroz Maria Isabel”, comenta Enéas.

Segundo o escritor, Simplício Dias herdou do pai as charqueadas e como era criador de gado, o couro ele exportava e com a carne fazia o charque. “A mistura com o arroz foi uma coisa natural que ocorreu entre os escravos e para homenagear o poderoso senhor, o prato levou o nome da esposa de Simplício, que se chamava Maria Isabel”, completa.



Quem inventou o nome de Maria Isabel para o arroz com carne seca? Quem inventou o nome de Maria Isabel para o arroz com carne seca? Reviewed by Arnaldo Ribeiro on 08:51:00 Rating: 5