Jornalista não será preso pela morte de uma travesti em Teresina





O jornalista e ex-professor universitário Luís Augusto Antunes, acusado de assassinar a travesti Makelly Castro em 2014, foi absolvido por 4 votos a 3 em julgamento que aconteceu em Teresina.

O Conselho de Sentença reconheceu o acusado como autor do delito, mas mesmo assim resolveu absolvê-lo por 4 votos a 3 pelo homicídio qualificado.Fica a critério do Tribunal de Justiça para decidir se haverá um novo julgamento do caso. 

Durante a manhã foram ouvidas as testemunhas arroladas pelo Ministério Público. Luís Augusto Antunes é suspeito de ter tentado matar uma travesti no mesmo período em que aconteceu o crime contra Makelly Castro. A defesa do jornalista alegoiu que o réu não cometeu o crime e que ele somente foi preso pelo fato de ser negro. 
"Quando há um crime em um determinado local, se tiver um negro, não tem jeito, ele vai “pagar o pato”, essa é a realidade, ainda hoje existe isso no Brasil. Ele está pagando por ser negro, essa é a grande verdade", disse o advogado de defesa Gilberto Alves. 
Jornalista não será preso pela morte de uma travesti em Teresina Jornalista não será preso pela morte de  uma travesti em Teresina Reviewed by Arnaldo Ribeiro on 07:12:00 Rating: 5