Morte de Sargento Abreu vira guerra de famílias em Campo Maior



A Morte do Sargento Abreu, ocorrida no dia 03 de outubro em Campo Maior, está se transformando em uma guerra entre famílias no Bairro Santa Cruz.  Dois vizinhos são acusados de  espancar o sargento na porta de sua residência o que acabou provocando sua internação em um hospital de Teresina e consequentemente sua morte.

     Um filho do Sargento Abreu, chamado Evandro, disse que a morte de seu pai foi provocada pelo espancamento cruel e violento por parte de dois vizinhos chamados Zé e Barrosinho. A família destes acusados procurou a polícia para informar que estão sendo ameaçados e temem uma revanche. 
Evandro disse que nunca ameaçou ninguém, mas que a polícia tem que investigar os dois acusados. " O que eu quero é justiça, pois meu pai registrou boletim de ocorrência contra os dois agressores ".
   Evandro disse que vai esperar o trâmite normal do processo que apura a morte de seu pai, mas que se não houver resultado pode até fazer justiça com as próprias mãos. Ele disse ainda, que já sabe que um dos assassinos está escondido em São Jose dos Campos-São Paulo  e que vai atrás dele  "até no inferno".

   Segundo Eliane Abreu, filha do militar, o crime foi praticado por três pessoas drogadas que  já têm passagem pela polícia. 
Morte de Sargento Abreu vira guerra de famílias em Campo Maior Morte de Sargento Abreu vira guerra de famílias em Campo Maior Reviewed by Arnaldo Ribeiro on 20:14:00 Rating: 5